08 mar
  • Por Administrador

Exemplares de Baobá estão sendo mapeados em Brasília

por Nathalia Caldas | sob supervisão de Janaína Vieira

A árvore africana, conhecida no ocidente como Baobá, chegou ao Brasil junto com os ancestrais africanos. A espécie, que pode atingir até 30 metros de altura, é considerada sagrada por diversos povos.

No Distrito Federal, é possível encontrar vários exemplares da árvore. Para identificar o local de cada um, o especialista em estudos afro-brasileiros, André Lúcio Bento, está mapeando a espécie por aqui, e inspirando outros pesquisadores a fazerem o mesmo pelo país. 

Conhecendo os sentidos identitários e a importância dos baobás para povos tradicionais africanos, André criou o projeto com objetivo de conscientizar a população sobre a cultura afro-brasileira e aumentar o plantio da espécie. O especialista enxerga esse registro como um estreitamento dos laços e conexões entre Brasil e África.

O relatório do mapeamento será entregue ao Governo do Distrito Federal, indicando ao governador o tombamento dos baobás como patrimônio cultural de Brasília. O relatório também será entregue às autoridades ambientais, para que tenham conhecimento e estudem os impactos da árvore fora do seu bioma natural. Além disso, o documento será enviado às embaixadas africanas em Brasília.

Assista a reportagem completa: https://youtu.be/RUh1U73T3oM

 

#UniaoPlanetaria #TVSupren #ComunicacaoPositiva #baoba​ #baobaafricano​ #osbaobadebrasilia​ #baobabrasilia #meioambiente​ #andreluciobento​ #ancestralidade​ #mapeamentobaobas #natureza

Deixar um Comentário