08 abr
  • Por União Planetária

Com produção orgânica, exportação do café salvadorenho detém 40% da economia

por Águida Leal | sob supervisão de Janaína Vieira

A equipe da TV Supren viajou até El Salvador e conheceu a história do povo, a cultura e seus costumes. Mas o que mais chamou a atenção foi a produção orgânica de café, principal produto de exportação e responsável por 40% da economia do país.

Fomos até o município de Apaneca para conhecer a produção da Fazenda Santa Letícia. Cerca de 80% da plantação dessa fazenda é orgânica. Isso quer dizer que os produtores seguem estudos sobre o solo, respeitam o meio ambiente, por não utilizar fertilizantes, agrotóxicos e outros produtos químicos. O local emprega, aproximadamente, 500 pessoas.

O sabor do café salvadorenho é apreciado ao redor do mundo, tendo sido provado por jurados em uma edição do Cup of Excellence que reconhece o belo trabalho da produção. O sabor é apreciado principalmente na Europa e Ásia.

Apaneca ganha este nome como homenagem às origens dos povos Maia, assim como outros municípios produtores dos grãos como Alotepec, El Bálsamo, Chichontepec, Tecapa e Cacahuatique.

 

Deixar um Comentário