23 ago
  • Por União Planetária

UnB forma primeira indígena doutora em Antropologia

Por Águida Leal, sob supervisão de Janaína Vieira – 

Eliane é integrante do povo Balótiponé Umutina em Barra dos Bugres, MT

Com a missão de manter a identidade, memória e antigos saberes do povo Balótiponé Umutina, Eliane Boroponepá Monzilar, 40, é a primeira indígena a ter o título de doutorado em Antropologia, pela Universidade de Brasília (UnB).

Professora há mais de 15 anos, Eliane trouxe a valorização da história de seu povo a partir de percepções deles mesmos. A tese defendida pela agora doutora Eliane Boroponepá traz reflexões sobre a cultura indígena na educação escolar. “O próprio indígena vai estar falando a partir das suas percepções, da sua convivência, vivência, transcendência, que vai muito mais além da escrita”, ressalta.

O povo Umutina vive no Sul de Mato Grosso, numa espécie de ilha fluvial, e é protegido pelos rios Xopô (Bugres) e Laripô (Paraguai). Quase dizimados no período colonial, chegando a menos de trinta índios em 1940, a etnia de Eliane cresceu. Hoje, a população já soma mais de 400 pessoas.

 

Deixar um Comentário