03 set
  • Por União Planetária

Supren Verda: Um convite ao paladar e ao respeito à vida

Qual é o diferencial de um restaurante que prima pelo amor e pelo compromisso com a vida na escolha, na manipulação e no cozimento dos alimentos que serve aos seus clientes? Saiba agora o que faz o Supren Verda ser o melhor restaurante de comida vegana, natural e orgânica da cidade

Por Luciano Kernac

Segundo pesquisa do Ibope de maio deste ano, encomendada pela Sociedade Vegetariana Brasileira, 14% dos brasileiros se declaram vegetarianos. A crescente e louvável oferta de restaurantes veganos e de comida natural em Brasília atesta o aumento exponencial de adeptos da boa saúde e dos princípios filosófico-espiritualistas e de respeito aos animais na capital federal, uma cidade nacionalmente famosa pelo grande número de pessoas afeitas a um estilo de vida mais saudável e longevo. Neste cenário de cidade administrativa, em que tudo convida à pressa, às reuniões de negócios de última hora e aos compromissos do funcionalismo público, faz uma diferença para melhor, no nosso dia a dia, o consumo de alimentos saudáveis, preparados com amor, ingredientes naturais e orgânicos, além do valor agregado do veganismo, uma filosofia baseada na consciência holística e no respeito à vida em todos os sentidos. Por tudo isso e muito mais, causa satisfação e grata surpresa encontrar, na cidade, um restaurante que tenha todas essas qualidades e, por acréscimo, seja tão próximo ao centro da capital, em torno do qual todo o movimento administrativo parece girar. O Supren Verda é assim: acessível, convidativo, saboroso, agradável, acolhedor. Situado na SCLN 203, em plena Asa Norte, trata-se do melhor restaurante vegano, orgânico e natural de Brasília, parente próximo do Vila Vegana, localizado no Setor de Clubes Sul. No self-service do almoço ou com as opções à la carte do jantar, os pratos bem elaborados do Supren Verda aguçam o paladar com perfumes e sabores inusitados e agradáveis. Seja no balcão de saladas e frios ou na pista de pratos quentes e variados, seja na sobremesa ou nos caldos, os pratos coloridos e compostos de surpreendentes ingredientes juntam-se com extremo bom gosto e são incrivelmente saborosos. O Supren Verda é um convite à saciedade e ao prazer do bom paladar, com pratos variados, leves, suculentos, com pouquíssima fritura, regados ao azeite extra virgem e cozidos no óleo de coco, que são indicados no combate aos “radicais livres”. Mas se engana quem acha que o restaurante se resume a isso. O Supren Verda não é simplesmente um restaurante vegano. No estabelecimento, todos os alimentos e produtos são rigorosamente orgânicos, sem agrotóxicos e sem glúten. O restaurante conta com fornecedor credenciado para a venda de orgânicos e muitos vegetais utilizados também são plantados em hortas próprias. Além disso, “não são usados produtos industrializados na nossa cozinha. De igual modo, não usamos panelas de alumínio. E tão importante quanto: só é usada água mineral no preparo, na limpeza e no cozimento dos alimentos”, enumerou Raphael Santos, gerente do restaurante. Segundo estudos comprovados, o alumínio é um metal cuja absorção em alto grau tem efeitos tóxicos ao organismo. Já o uso da água mineral é para evitar o cloro da água encanada, que – além de deixar um gosto não muito agradável no alimento – também é nocivo à saúde se ingerido em volumes elevados O que torna o Supren Verda único é a sua proposta de também pensar na saúde e no bem-estar dos clientes, além do paladar. Seus alimentos são mais frescos e “até a forma com que a gente lida com eles é diferenciada, em relação ao que vemos nos estabelecimentos que servem comida convencional”, esclarece Raphael Santos. Para o vegano, que tem paladar diferenciado, é necessária uma cozinha também diferenciada. “Para você ter uma ideia, na cozinha convencional, que usa muitos temperos industrializados, o paladar do cliente – acostumado a muito sal, muito alho, muita pimenta – não é tão apurado como o do vegano. Para o vegano, é importante termos alimentos frescos: alecrim, tomilho, manjericão…”, explicou o gerente.

O amor e o respeito à vida como ingredientes

Mas que outros diferenciais o Supren Verda teria? “Toda cozinha é amor, dedicação. Tudo o que você faz com amor transparece no produto final, que, no nosso caso, são nossos alimentos”, declarou Renato Moraghi, chef de cozinha do estabelecimento. “E é esse ingrediente a mais o que a gente tem aqui no Supren Verda. Acho que o segredo que existe para o que a gente faz aqui é o amor que a gente tem por proporcionar o melhor para os nossos clientes”, completou. Raphael Santos concorda: “Gostamos de frisar que a vibração dos bons sentimentos é essencial para quem lida também com alimentos, principalmente. Você não vai encontrar na nossa cozinha ninguém com mau humor, emburrado, porque fazemos a questão de propiciar as condições necessárias aos nossos funcionários para que haja sempre um clima leve, de bem-estar, de harmonia, para que isso proporcione também alimentos mais saudáveis”, salientou ele. Porém, uma cozinha rigorosamente vegana, orgânica e natural seria agradável ao paladar de carnívoros? “Muitos dos nossos clientes são carnívoros e adoram a nossa comida, não sentem falta da carne, o que mostra que nossa comida, além de mais saudável e equilibrada, é igualmente saborosa e agradável para todos os gostos”, finaliza Raphael Santos. Ficou com fome? Venha ao Supren Verda e confira o que temos de melhor para oferecer a você.

Deixar um Comentário