18 jun
  • Por União Planetária

Atuando para uma Reconstrução Humana e Social

Os rumos atuais da nossa civilização dão claros sinais de que algo de urgente deve ser feito para resgatar os valores do ser humano e evitar a total falência das instituições e dos governos em âmbito global.

Basta ligar a televisão em qualquer canal da programação aberta para se constatar o óbvio de tal afirmação: no noticiário, vemos o contínuo incentivo de governos para o recrudescimento das guerras, o aumento dos casos de xenofobia e racismo, a falta de solidariedade, o descrédito da população em relação a políticos e economistas, além da carência de referenciais de vida e de exemplos humanísticos. Não que referenciais

assim não existam, pelo contrário: eles são numerosos e grandiosos, mas muitas vezes não são utilizados como esteio de culturas e alicerce para o viver comum nas sociedades contemporâneas.

Pensando em meios de debater sobre tais problemas, a fim de encontrar suas possíveis soluções, de modo a ampliá-las para toda a sociedade, há alguns anos, um grupo de pessoas se reuniu em encontros periódicos com recortes temáticos.

O palco deste início ocorreu na União Planetária (UP), uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip) com sede em Brasília (DF), em virtude principalmente dos ideais e princípios que norteiam tal organização.

Uma das soluções encontradas por esse grupo foi a ideia da criação de um movimento que propusesse uma nova educação, baseada no fomento às virtudes do ser humano: uma chamada Pedagogia das Virtudes. O porquê das virtudes se fez óbvio e imediato, dada a carência de valores éticos, morais, humanos, entre outros, da sociedade atual em escala planetária, a fim de preencher as lacunas que têm deteriorado o modo de vida das pessoas e o meio ambiente global.

O passo seguinte foi associar, ao movimento, organizações que tivessem afinidade com tal proposta. Assim, ao longo do tempo, se associaram à iniciativa 63 organizações entre os vários setores da sociedade brasileira. No documento de apresentação do movimento, destacam-se os seguintes tópicos: O movimento é composto por mais de 60 instituições, onde se incorporam voluntariamente, em igualdade de condições, entidades públicas e privadas, sociedade civil e governo, instituições das mais diversas especialidades, juntas por um objetivo comum: o estudo, a pesquisa e a atuação pela construção de uma sociedade mais justa, harmônica e virtuosa.

Sua missão: promover a consciência coletiva da importância das virtudes para a transformação social.

Visão: ser agente de transformação social através da construção de uma cultura virtuosa em pessoas, indivíduos, organizações e na sociedade.

O papel das virtudes: todos os problemas enfrentados pela humanidade, em maior ou menor escala, possuem as suas raízes na ausência de virtudes.

Sendo assim, acreditamos que é no desenvolvimento de virtudes que se encontra sua solução. A única forma de relacionamento saudável está nos valores imateriais, como a solidariedade, a cooperação, o amor, a fraternidade, a justiça e a paz.

As ações do movimento se pautam principalmente em:

  • Seminários de Pedagogia das Virtudes: buscando lançar as bases de um rico diálogo educacional, cultural, espiritual e científico e objetivando a elevação dos paradigmas vigentes, o Movimento Pedagogia das Virtudes realiza mensalmente os chamados Seminários de Pedagogia das Virtudes. São eventos nos quais palestrantes renomados nas áreas da cultura e da ciência, que compactuam com a filosofia do movimento, debatem e discutem os mais diversos assuntos pertinentes à construção de um mundo melhor. Já foram realizados 29 seminários do movimento. Paralelamente, com o apoio da TV Supren, o braço de comunicação da União Planetária, o movimento tem transmitido pela televisão, em canal fechado, esses seminários em Brasília (DF), no Rio de Janeiro (RJ), em Goiânia (GO), em Salvador (BA) e em Maceió (AL), apresentando um novo olhar para o ser humano e a sociedade.
  • Festival de Virtudes: surgiu com o objetivo de sensibilizar a comunidade educativa para as possibilidades de desenvolvimento de virtudes dentro da escola. O festival é promovido de forma totalmente colaborativa, em uma espécie de mutirão pela educação para as virtudes: uma escola parceira disponibiliza sua estrutura, seus educadores e seus alunos. Voluntários, integrantes e colaboradores do Movimento Pedagogia das Virtudes oferecem uma gama de atividades pedagógicas diferenciadas voltadas para o desenvolvimento de virtudes. Nos dias do festival, são oferecidas atividades para alunos e educadores da escola parceira. Além das oficinas, ocorrem também programações culturais, exposições e campanhas, preenchendo todo o ambiente da escola com a cultura das virtudes.
  • Parceria com o Governo: o Movimento Pedagogia das Virtudes busca constantemente a conquista de novos parceiros, visando a ampliar suas forças e possibilidades de ação. Em abril de 2014, o Governo do Distrito

Federal (GDF), já representado no movimento por algumas secretarias desde a sua fundação, oficializou o reconhecimento do Movimento Pedagogia das Virtudes como um parceiro na ação para a diminuição da violência e a construção da cultura da paz.

Com o Decreto Distrital no 35.346/2014, o GDF instituiu o projeto Pedagogia das Virtudes no âmbito do governo, a fim de atuar “no entendimento das causas da violência no Distrito Federal, na sua superação e na promoção de um modelo civilizatório virtuoso”. Tal parceria possibilita ao movimento um maior campo de atuação com os projetos sociais realizados no DF.

Ações futuras: o Movimento Pedagogia das Virtudes vem se expandindo e cada vez mais pessoas e organizações se associam a ele, sem nenhum custo para isso. Estamos atuando de forma mais intensa em escolas e universidades. Percebemos, assim, que a prática das virtudes está tomando força nas mentes e nos corações dos seus participantes.

Sem dúvida, a mudança de um novo modelo civilizatório passa por uma sociedade mais justa e virtuosa.

Convidamos todas as pessoas sensíveis a essa mudança para que se associem ao Movimento Pedagogia das Virtudes.

Venham conhecê-lo e participem das suas ações em prol de um mundo melhor!

 

Por Fernando Gramaccini

Colaboração: Paulo Henrique de Castro

 

Iniciado em meados de 2013, após um amplo debate de um grupo de pessoas que questionava os valores da sociedade atual e o sistema civilizatório no qual estamos inseridos, o Movimento Pedagogia das Virtudes aflorou naturalmente como uma iniciativa que apresentaria alternativas aos valores vigentes e ao modo de vida divorciado do humanismo.

Deixar um Comentário