30 nov
  • Por ASCOM CRDH

Equipe do CRDH/DF avalia projeto com crianças da ocupação Maria da Penha

Na última quarta-feira (29), o Centro de Referência em Direitos Humanos do Distrito Federal (CRDH/DF) concluiu um importante trabalho junto à ocupação Maria da Penha, em Planaltina (DF), com famílias vinculadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Em parceria com o Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFEMEA), que coordenou atividades de empoderamento das mulheres do acampamento, a equipe do CRDH/DF ficou responsável pelo cuidado de filhos e filhas das participantes.

Aproximadamente trinta crianças foram acompanhadas ao longo de cinco meses e tiveram a oportunidade de vivenciar experiências com pinturas e brincadeiras variadas. Para o advogado da entidade, Lourival de Carvalho, a iniciativa foi de extrema importância para que as mães se sentissem à vontade para se dedicar às rodas de conversa, sabendo que os pequenos estavam em segurança.

“Eles foram conseguindo compreender o respeito que tinham que manter em relação ao espaço das mulheres”, afirma. O profissional destaca ainda a diferença na atitude dos meninos e meninas, que no início costumavam repetir comportamentos violentos devido ao contexto de vulnerabilidade em que viviam, e que hoje se mostram mais calmos e colaborativos.

A psicóloga do CRDH/DF, Larissa Vasques, também frisa a mudança trazida pelo projeto. “A gente vai percebendo uma diferença nítida das crianças que estavam sempre ali, que não participavam, em relação a agora conseguirem estar junto, participar de uma atividade. São ganhos de socialização, de compartilhamento. É algo simbólico e afetivo para o fortalecimento dos laços”, observa.

Confira abaixo as fotos do último dia do projeto.

Deixar um Comentário