15 jun
  • Por Administrador

População idosa do DF – hoje cerca de 198 mil pessoas – ganha reforço para defesa de seus direitos

O Núcleo de Enfrentamento
à Violência contra a Pessoa Idosa (NEVPI), que é uma extensão do Centro de
Referência em Direitos Humanos do Distrito Federal (CRDH/DF), firmou parceria
com a Coordenação da Pessoa Idosa do DF, pasta ligada a Subsecretaria de
Direitos Humanos do GDF, para ampliação dos atendimentos gratuitos na Estação
da Cidadania, conhecida também como Espaço do Idoso. Entre os diversos serviços
disponibilizados na estação da 112 Sul do metrô, em Brasília, estão nas áreas
jurídica e psicossocial. Os atendimentos estão sendo realizados semanalmente,
de quarta-feira à sexta-feira, por profissionais altamente qualificados. 

“Nós buscamos assegurar
os direitos da pessoa idosa, consolidando o acolhimento especializado e
consolidando as políticas públicas voltadas a esse público. A Estação da
Cidadania proporcionará oportunidade para a pessoa idosa ser atendida por
diversos atores da Rede de Acolhimento e Proteção à Pessoa Idosa, como do
Governo de Brasília e de parceiros como a União Planetária [entidade
responsável pelo CRDH/DF], que pra gente, neste momento, tem sido de grande
valia, porque vocês detêm profissionais da área jurídica, de assistência
social, psicólogos, que nós temos muita necessidade, porém, não temos hoje
encontrado disponível no governo”, ressalta a técnica em Assistência Social do
Conselho da Pessoa Idosa, Geovana de Oliveira, que trabalha há 10 anos na
instituição.
    

 Atendimentos

 Os idosos que desembarcarem
as quartas-feiras na estação do metrô da 112 Sul, de 14h às 17h, poderão
conversar e tirar dúvidas com a assistente social do Núcleo de Enfrentamento à
Violência contra a Pessoa Idosa (NEVPI) Nair Meneses sobre benefícios sociais
voltados a eles (passe-livre em ônibus, desconto em cinema e eventos culturais,
e, em casos específicos, até isenção do imposto de renda e do IPTU, etc). Eles
também vão poder ser orientados sobre a garantia de direitos assegurados no
Estatuto do Idoso.

Já o idoso que precise de
atendimento psicológico, o psicólogo Artur Lucman estará atendendo todas as
quintas-feiras, das 14h às 17h. No caso dos que queiram tratar de assuntos
jurídicos, sejam relacionados ao direito do consumidor, benefícios
previdenciários, dentre outros, ou que queiram denunciar qualquer tipo de
violência ou maus-tratos sofridos por eles, o advogado Lourival de Carvalho vai
oferecer assistência jurídica toda sexta-feira, também das 14h às 17h.  

Deixar um Comentário