23 out
  • Por Administrador

Senado promove seminário internacional sobre energia nuclear

O Senado promove, no auditório do
Interlegis, nos dias 27 e 28 de outubro, Seminário Internacional “Usinas
nucleares – Lições da experiência mundial”. Organizado pela Comissão de Ciência
e Tecnologia, Inovação e Comunicação, o evento, com início previsto para as
nove horas do dia 27, terça-feira, terá a presença de políticos e autoridades
brasileiras e internacionais.

O ex-primeiro-ministro do Japão Naoto
Kam, que estava no cargo quando aconteceu o acidente nuclear de Fukushima, em
março de 2011, falará em teleconferência sobre “O papel do político”, dentro do
painel “Os desafios da opção nuclear para a produção de eletricidade”.

 

O senador Cristovam
Buarque (PDT-DF), presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação,
Comunicação e Informática (CCT), fará a abertura do seminário, às 9h30m, com o
tema “Por que um seminário sobre as lições da experiência mundial com usinas
nucleares para produzir eletricidade”.

 

Em seguida será a
vez do senador Hélio José (PSD-DF), vice-presidente da Comissão, e do deputado e
ex-ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV-MA), criador da Frente
Parlamentar Ambientalista para o Desenvolvimento Sustentável. Está prevista
ainda a presença do senador Guido Girardi, ex-presidente do Senado Chileno.

 

O papel do Ministério Público será tema
para a subprocuradora Geral da República, Sandra Verônica Cureau. Já o físico Luiz Pinguelli Rosa, doutor em Física,
professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro e ex-presidente da
Eletrobrás, tratará do tema “O papel da Universidade e dos cientistas”.
Encerrando o primeiro painel, Francisco Whitaker, que é
membro da
Comissão Brasileira Justiça e Paz, falará sobre “O papel da sociedade civil”.

Ainda no primeiro
dia do evento, a partir das 14 horas, acontece a
conferência: “Um olhar sobre “A segurança e a
radioproteção nos reatores nucleares franceses”.  A conferencista é a francesa Monique Sené, doutora
em física das partículas, diretora Honorária de Pesquisas do Centro Nacional de
Pesquisa Científica da França (CNRS), presidente do GSIEN (Agrupamento de
cientistas para a informação sobre a energia nuclear).

Farão comentários
e contribuições ao debate: Dieter Majer, Alemanha (por vídeo)[1]
– Engenheiro mecânico especializado em segurança nuclear, ex-funcionário de
diversos organismos alemães do setor nuclear;
Eduardo
Souza Motta, Brasil, e
ngenheiro de
Segurança Nuclear, membro da Associação dos Fiscais de Radioproteção e
Segurança Nuclear – AFEN; Sidney Luiz Rabello, Brasil, engenheiro de segurança
nuclear, membro da Associação dos Fiscais de Radioproteção e Segurança Nuclear
– AFEN.

A Conferência “O impasse nuclear – os
rejeitos e os custos” terá início às 16h30m. Contará com a participação de Bernard
Laponche, França, doutor em física dos reatores nucleares e em economia de
energia, ex-funcionário do Comissariado de Energia Atômica da França (CEA) e
ex-diretor Geral da Agência Francesa pela Controle da Energia (hoje ADEMA),
membro do GSIEN.

Fará comentários e contribuições para a
discussão Luiz Pinguelli Rosa,
Brasil, doutor em Física, Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de
Janeiro e ex-Presidente da Eletrobrás.

O
segundo e último dia da Conferência, quarta-feira, 28, previsto para começar às
9 horas, terá o tema “
As consequências
sociais e sanitárias dos acidentes nucleares”. Por vídeo conferência falará
Naoto Kan, Japão, ex-primeiro-ministro, em função à época do acidente de
Fukushima.

Os
comentários e contribuições para a discussão ficarão por conta de Vladimir
Shevtsov, Bielorrússia, consultor em consequências sociais e de saúde de
Chernobyl, diretor de Green Cross Bielorrússia;
Alfredo Pena-Vega, França, professor e Pesquisador do Centro Edgar
Morin, Escola de Altos Estudos em Ciências Humanas -EHESS/CNRS; Jonathan Samet,
Estados Unidos, Médico, diretor do Instituto de Saúde Global da Universidade da
Califórnia do Sul (por vídeo conferência; Emico Okuno, Brasil, Professora de
Física das Radiações no Departamento de Física Nuclear da USP.

O último painel está previsto para
começar às 14 horas e terá o tema “Da mineração de urânio às usinas nucleares e
aos rejeitos radioativos, perspectivas e alternativas”. Falarão: Alfredo Pena
Veja, Bernard Laponche,
Eduardo Souza Motta, Emico Okuno, Monique Sené, Naoto
Kan (por video)
[2], Sidney Luiz Rabello, Vladimir Shevtsov.

No encerramento, previsto para as 17h30m, será a
vez do Monge Shôjô Sato, monge responsável do Templo Shin Budista Terra Pura de
Brasília passar a sua mensagem. O senador Cristovam Buarque fará o discurso de 
despedida, que será seguido de um
coquetel para os convidados e presentes.



 

 

Deixar um Comentário